Páginas

segunda-feira, 20 de junho de 2011

E a tal pequena nuvem?

E ai galera, hoje to voltando a escrever e desde já agradeço à Deus pelos leitores que se mantiveram pacientes quanto à esse retorno!! rsrs.. se vc conheceu o blog a pouco tempo, seja bem-vindo!!

Nesse texto gostaria de abordar um tema que interfere diretamente na percepção que temos da ação de Deus.

Gostaria que você se puder, leia atentamente ao texto de I Reis 18, para que juntos tentemos melhorar essa percepção. Depois de ler, gostaria que você se focasse comigo na segunda parte do capítulo, a partir do verso 41.

Pois bem... Fazendo a analogia da chuva com a ação de Deus em nossas causas, vejo que a fé tem uma construção muito mais simples na compreensão, porém muito mais difícil na execução, do que alguns de nós tem enxergado.

O texto diz que Elias, acabara de ver a ação de Deus em outra causa contra os profetas de Baal, e logo depois Elias afirma com veemência à Acabe: "Vá comer e beber, pois já ouço o barulho da chuva". Não chovia a quase três anos, e o Senhor mandara Elias dizer a Acabe que Ele mandaria chuva sobre a terra no versículo 1. No começo do capítulo 17, Elias disse a Acabe, que a chuva voltaria a descer, quando ele, Elias, dissesse. Quando no verso 41, Elias diz a Acabe, obviamente, Acabe começa a se preparar para a chuva, afinal, o homem que havia lhe falado que a chuva cessaria e acertado, agora falou que ela voltaria. Elias então começa a orar, e por sete vezes seu servo vai conferir, se a chuva já vem vindo, e na sétima ele vê a tal pequena nuvem.

Vejo que baseado em algumas construções de fé, nós muitas vezes nos perdemos em como Deus está agindo em nós. Ficamos esperando a pequena nuvem, e clamando pela pequena nuvem, imaginando que depois que ela aparecer, é que Deus vai agir.

Acho que nosso erro nesse caso, é imaginá-la como um sinal (por favor, não parem de cantar alguma canção referente à isso só por minha causa, façam apenas um estudo de percepção textual na Bíblia). Ao invés de imaginá-la assim, eu prefiro imaginá-la como parte da nova ação de Deus. Afinal, a pequena nuvem também é de água, a pequena nuvem também é chuva!! Alguns podem pensar que a oração de Elias, era para que a chuva viesse. Me permitam "dar uma viajada" no texto, e falar que eu penso que Elias orou para que ela atrasasse, porque era para voltar a chover mediante a palavra dele. Porém era necessário que Acabe se aprontasse antes, para que a chuva não o impedisse de descer rumo a Jezreel. Elias, parecia estar ganhando tempo para Acabe. Muitos de nós precisamos nos preparar antes da ação de Deus. E talvez, ela não ocorra no tempo que pensamos, porque ela se tornaria em empecilho, para os demais objetivos de Deus para nós.

Mesmo não tendo certeza, sobre o que orou Elias, tenho algumas convicções. A nossa fé não pode surgir mediante ao surgimento da pequena nuvem. Ela tem que continuar firme, no momento em que a chuva para de descer. Se somos fracos, a ponto de não conseguirmos isso, que nos prendamos às outras ações que Deus tem feito por nós antes da chuva pelo menos e que isso seja sinal suficiente.

Elias sabia que a chuva viria. Ele afirmou. Cabe a nós OBEDECERMOS e nos preparar como fez Acabe pois a Palavra é o bastante. Ter fé não é esperar por sinais para acreditarmos na ação de Deus. É saber que a falta de chuva é uma ação Dele também, que serve para a glorificação do nome Dele. Pense nisso!! Não busque sinais... Lembre-se do que Jesus disse aos que faziam isso:

""Uma geração perversa e adúltera pede um sinal miraculoso, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas". Então Jesus os deixou e retirou-se." Mateus 16:4

O sinal de Jonas, é o sinal daquele que desobedece. O segredo da fé, é a obediência.

Em Jesus, Autor e Consumador da nossa fé

Renato Melgaço

Um comentário:

  1. Erika Janine Ferreira Oliveira27 de junho de 2011 13:48

    Nossa muito bom o texto. Nunca tinha olhado por esse lado.Realmente ficamos presos querendo ver sinais e não notamos a manifestação do poder de Deus em nossas vidas!!!!

    Que Jesus continue te abençoando grandemente.

    ResponderExcluir